O que é seguro fiança e como funciona o procedimento?

O que é seguro fiança e como funciona o procedimento?

Por: Nara

O seguro fiança é tudo o que precisa para alugar a casa dos seus sonhos com mais facilidade!

Anúncios

Segundo alguns especialistas, morar com os pais após os 30 anos atrapalha o amadurecimento.

Além disso, chega uma fase da nossa vida, normalmente bem próximo desta idade, em que queremos ter nosso próprio canto, nossas regras, mais privacidade e liberdade.

Imagina, ter o seu cantinho, do seu jeito e poder construir seu próprio porto seguro.

o  que é seguro fiança e como funciona o procedimento?

Se você ainda não tem condições de comprar uma casa própria, porém consegue arcar com um aluguel e outras despesas, alugar uma casa é uma ótima alternativa.

Contudo, algumas imobiliárias solicitam um fiador como uma espécie de garantia da locação.

Se você não tem um fiador, não se preocupe! Existe outra alternativa: o seguro fiança. Inclusive, é justamente sobre ele que falaremos hoje.

Continue a leitura e descubra o que é, como funciona, vantagens, desvantagens e muito mais!

Neste texto abordaremos os seguintes tópicos:

índice do post

O que é seguro fiança?

Ao decidir morar sozinho você abrirá as portas de um novo mudo, cheio de surpresas e desafios, mas com acontecimentos essenciais para seu amadurecimento e progresso.

Um dos desafios enfrentados é na hora de alugar uma casa, como é algo novo, que você nunca fez, pode estranhar algumas regras.

Ao alugar um imóvel existem algumas etapas necessárias a seguir, uma das principais é a necessidade de apresentar uma garantia para locação.

Há algumas opções diferentes de garantia, por exemplo, depósito adiantado, fiador ou seguro fiança.

Com esse seguro o locador recebe os valores da locação, então, o locatário tem a liberdade de escolher alugar a casa dos seus sonhos, onde desejar, sem precisar de ninguém para ser seu fiador.

Essa garantia traz mais segurança para o dono do imóvel, dessa forma, acaba tornando o processo mais fácil para quem deseja alugar a casa para morar.

A principal cobertura deste seguro é a inadimplência do aluguel, mas ainda é possível encontrar opções com coberturas mais amplas, neste caso, eles podem cobrir despesas adicionais como condomínio, danos ao imóvel e IPTU, por exemplo.

Como funciona o seguro fiança aluguel?

O seguro fiança, também conhecido como seguro aluguel e seguro fiança locatícia, facilita muito a vida de quem que encontrar um bom imóvel para morar.

Isso porque, ao contratá-lo, você pode apresentá-lo ao locador, assim, ele tem certeza que se por acaso o aluguel não for pago, é só acionar a seguradora e ela quitará a dívida relacionada ao atraso, inclusive multas ou juros.

Certamente, trará mais segurança para as duas partes.

Quais as vantagens e desvantagens da fiança locatícia?

benefícios da fiança locatícia

O seguro fiança locatícia apresenta vantagens para o locador e também para o locatário. No caso do locatário, ele tem mais liberdade para escolher o imóvel dos seus sonhos.

Além disso, o processo se torna ainda menos burocrático, inclusive, a análise é bem rápida, a seguradora consegue resolver em no máximo 24 h.

Ótimo para quem tem urgência em morar sozinho e ter mais liberdade!

Esse produto agiliza muito o processo de negociação, pois se você fosse buscar por um fiador demoraria muito tempo, mesmo que encontrasse, teriam muitas etapas a seguir, por exemplo, separação de documentos e preenchimento de fichas.

Ademais, vale ressaltar que pode ser até mesmo mais econômico, porque você dispensaria o serviço de uma imobiliária. 

Todo processo de negociação será feito diretamente com o dono imóvel, assim, economizaria com as taxas extras nos serviços da imobiliária.

Até mesmo o valor do aluguel pode sair mais em conta. 

Outra vantagem importante é que você pode parcelar o seguro em até 60x sem juros. Além de ter um bom tempo para pagar as parcelas, ainda não terá acréscimo de juros, em algumas empresas.

Bom, no caso das desvantagens, elas costumam ser mais comuns para quem aluga a casa para morar.

O principal deles é que, de qualquer forma, você está adquirindo uma dívida. Fora isso, esse produto é considerado caro.

Em muitos casos, o valor anual do seguro fiança chega a ser até duas vezes mais do que os gastos com aluguéis. 

Portanto, é muito importante avaliar qual é a melhor opção e se essa despesa extra caberá no seu orçamento sem diminuir sua qualidade de vida.

Apesar de ter algumas desvantagens, pode ser a melhor solução para quem deseja alugar uma casa, mas não tem um fiador.

O que é um fiador?

O fiador é responsável por garantir o pagamento da dívida. Dessa forma, ele assume algumas responsabilidades ante a imobiliária.

Por conta disso é mais difícil conseguir um fiador. É muito importante que haja um vínculo de total confiança entre o fiador e o locatário.

Isso porque, o fiador é o responsável por pagar o aluguel caso o inquilino não pague, assim, ele acaba se tornando um devedor também. Inclusive, ele pode ser cobrado na justiça caso a dívida não seja paga.

Isso torna a etapa de conseguir um fiador ainda mais delicada e difícil.

Um dos requisitos para o fiador ser aceito, é que ele tenha um imóvel no seu nome.

Por que o fiador de aluguel precisa ter um imóvel no nome?

por que o fiador precisa ter um imóvel no nome?

É indispensável que o fiador de aluguel tenha um imóvel no seu nome para garantir o cumprimento do contrato.

Fora isso, ele não deve ter nenhuma restrição nos serviços de proteção ao crédito, ou seja, nome sujo no SPC e Serasa.

Como já foi dito anteriormente, o fiador pode ser cobrado na justiça, contudo, a primeira cobrança acontece contra o devedor principal.

Entretanto, dependendo de algumas cláusulas do contrato, o fiador e o principal devedor podem ser cobrados em simultâneo.

Dependendo da situação, o fiador pode ter seu imóvel colocado como garantia, vendido para quitar a dívida.

Por conta desse risco, é muito difícil encontrar alguém que deseja ser fiador de outra pessoa. Ter coragem de colocar seu patrimônio como garantia de pagamento de uma dívida que não é sua, é complicado, é preciso ter uma relação de extrema confiança.

Neste caso, é importante encontrar alternativas para alugar um imóvel sem o fiador. Continue a leitura e descubra como fazer isso.

Como fazer locação de imóvel sem fiador?

Dispensando a possibilidade de ter um fiador, ainda existem outras formas de alugar um imóvel sem essa garantia.

A principal alternativa após o fiador é a caução (falaremos mais dele no próximo tópico). Além disso, algumas empresas aceitam cartão de crédito, título de capitalização e fundos de investimentos.

O título de capitalização e fundos de investimentos são opções mais complicadas e menos comuns no ramo. Além disso, é importante entender do assunto antes de usá-lo como garantia.

Tirando essas duas alternativas, sobram a caução e o seguro fiança. No próximo tópico falaremos mais sobre a caução.

O que é caução?

Caução é um depósito em dinheiro, uma espécie de adiantamento. Essa é uma das alternativas mais comuns na hora de dar uma garantia para locação.

Nessa modalidade o inquilino adianta de 1 até 3 meses de aluguel para o locador. Normalmente, quando o aluguel é contratado diretamente pela imobiliária elas exigem 3 meses de depósito.

Ou seja, se o aluguel da casa for R$1 mil, você terá que adiantar R$3 mil antes de assinar o contrato. Além disso, no próximo mês você pagará o valor do aluguel normalmente.

O valor do depósito só é usado no final, por exemplo, ele pode ser utilizado para quitar os últimos meses de aluguel, devolvido quando você deixar a casa ou destinado para reparar danos causados no imóvel.

O destino certo deve ser decidido antes da assinatura do contrato.

Essa alternativa só é viável para quem já tem um dinheiro reservado para esse fim ou tem tempo para se preparar financeiramente.

Se esse não é o seu caso, o seguro fiança mais uma vez, é a melhor alternativa. Sendo assim, continue a leitura e veja onde encontrá-lo.

Onde contratar o seguro fiança aluguel?

Neste tópico separamos duas empresas que são referências quando o assunto é seguro fiança locatícia. Assim, fica mais fácil você começar a pesquisar para descobrir qual é a melhor opção.

Confira as opções:

1. Seguro Aluguel Porto Seguro

seguro aluguel porto seguro

O seguro fiança da Porto Seguro é uma alternativa com vantagens para o futuro inquilino, locador e imobiliária. 

Entre os principais benefícios que ela oferece para o futuro inquilino é o desconto em transportadoras parceiras.

Dessa forma, você faz sua mudança com um super desconto e não precisa perder tempo pesquisando por transportadoras.

Além disso, você pode pagar seus aluguéis vencendo ou vencido em até 10 vezes no cartão de crédito. Uma ótima alternativa para aqueles meses em que o orçamento estiver apertado.

Além da cobertura básica, o seguro aluguel Porto Seguro ainda oferece garantias adicionais para encargos, pinturas e danos ao imóvel.

A cobertura básica inclui o pagamento do aluguel e multa moratória, entretanto, a cobertura adicional engloba:

Elas variam conforme a modalidade de aluguel contratada. Há três opções de seguros: Seguro Universitário, Básico e Essencial.

Os valores costumam variar, para saber qual o valor do seu seguro, acesse o site da Porto Seguro Fiança e efetue uma cotação.

Para iniciar uma proposta é preciso informar o CPF, assim, a empresa faz uma análise cadastral e consegue te identificar e conhecer melhor.

2. CredPago

O produto da CredPago é mais conhecido como Aluguel Sem Fiador. A empresa atua em parceria com diversas imobiliárias, assim, fica bem mais fácil encontrar um bom imóvel para alugar, sem perder tempo.

Nesta opção, o processo acontece um pouco diferente. Em primeiro lugar, você precisa se cadastrar e verificar no site quais imobiliárias na sua região opera com o CredPago.

Ao escolher a opção mais próxima a você, visite o local e diga que deseja alugar um imóvel sem fiador com a garantia da CredPago.

Em seguida, será necessário escolher um imóvel e informar o CPF para que a imobiliária faça uma análise de crédito.

Se a análise for aprovada, você receberá um e-mail com os termos do contrato, após, basta concordar e realizar o pagamento das taxas de serviço.

Por fim, basta assinar o contrato de locação com a imobiliária e começar a preparar as malas para conhecer a casa dos seus sonhos, que você alugou sem fiador ou precisar pedir dinheiro emprestado para o depósito.

Entre as principais características do seguro fiança da CredPago, podemos destacar, por exemplo:

Além disso, ela ainda oferece diferentes formas de pagamento, sendo eles: cartão de crédito, boleto, Pix e a possibilidade de pagar com dois cartões.

Posso contratar o seguro fiança mesmo com restrição no nome?

Sim. A análise realizada pela seguradora Porto Seguro considera diversos fatores. Mesmo que você esteja negativado, o cadastro deve ser enviado para a análise.

Tenho seguro fiança e não paguei o aluguel, o que acontece?

O locador ou imobiliária acionará a seguradora para informar o acontecido. Em primeira instância, ela entrará em contato com o inquilino para entender o que aconteceu e quais foram os imprevistos.

Contudo, ela tem até 30 dias para depositar o valor do aluguel para o locador ou imobiliária.

Caso o inquilino esteja sem condições de pagar o aluguel nos próximos meses, a seguradora conversa com ele para ver o que pode ser feito, sem que haja a necessidade de um despejo.

Essa parte é resolvida com a seguradora e o inquilino, o proprietário não precisará se preocupar com esse processo e nem com as partes jurídicas, caso seja necessário.

Conclusão

Como pode ver, você não precisa mais de fiador ou pedir favores a outras pessoas para alugar um imóvel e ter mais liberdade.

Com o seguro fiança é possível alugar o imóvel dos seus sonhos com muita segurança, flexibilidade e rapidez.

Então, não deixe de conhecer esse produto e ter a oportunidade de morar sozinho com facilidade! 

Após alugar o imóvel, você precisará comprar toda a mobília, certo? Sendo assim, não deixe de conhecer o crediário digital e o parcelamento no boleto. Com eles você pode parcelar seus móveis e eletrodomésticos sem burocracia ou cartão de crédito!

Então, aproveite para ler também👉Como funciona o crediário digital e quais lojas o emitem?