Seguro Prestamista: vale a pena contratar? Descubra agora!

Seguro prestamista: vale a pena contratar?

Por: Andre Neri

Você já ouviu falar ou conhece o seguro prestamista?

Anúncios

A princípio, ele é pouco conhecido no mercado, mas serve para proteger quem solicita um empréstimo.

Ou seja, é uma opção muito importante para deixar a pessoa que contrata um empréstimo mais tranquila em determinadas eventualidades.

Se você não conhecia esse tipo de seguro, continue a leitura deste artigo e descubra!

    O que é seguro prestamista?

    Em primeiro lugar, o seguro prestamista é uma modalidade de seguro cujo objetivo é garantir a quitação ou amortização de uma dívida.

    Nesse sentido, isso acontece no caso de o segurado não ter condições de honrá-la devido a eventos previstos na apólice, como morte, invalidez, incapacidade temporária, doenças graves e desemprego. 

    Inclusive, esse tipo de seguro é comumente associado às operações de crédito, como empréstimos, financiamentos de imóveis ou veículos, consórcios e até mesmo dívidas de cartão de crédito.

    A contratação dessa modalidade de seguro é opcional e oferece uma proteção adicional tanto para as instituições financeiras, quanto para o segurado.

    Assim, a instituição tem a garantia de recebimento em caso de inadimplência do devedor.

    Quanto ao próprio segurado, ele tem a segurança de que suas obrigações serão cumpridas mesmo em situações adversas. 

    É importante ler atentamente as condições do seguro prestamista para entender todas as coberturas oferecidas e os eventos excluídos da apólice.

    + Cartão de crédito para quem recebe um salário mínimo: escolha o seu!

    Como ele protege o credor e o devedor?

    Seguro prestamista

    Em suma, esse tipo de seguro é projetado para proteger tanto o credor quanto o devedor em operações de crédito. 

    Observe alguns pontos importantes:

    Coberturas: 

    O seguro prestamista cobre eventos como morte, invalidez permanente ou temporária, doenças graves e desemprego involuntário. 

    Dessa forma, em caso de ocorrência de um desses eventos, a seguradora assume a responsabilidade de quitar ou amortizar a dívida, evitando que o ônus recaia sobre os familiares do segurado ou que o credor fique sem receber o valor devido.

    Resgate

    Em algumas situações, é possível resgatar o valor do seguro prestamista. 

    Inclusive, isso geralmente ocorre quando a dívida é quitada antes do prazo ou se há cancelamento do contrato de crédito.

    Cálculo da Devolução: 

    O valor a ser devolvido ao segurado, em caso de resgate, é calculado com base nos termos da apólice e no saldo devedor do momento do resgate.

    Cancelamento

    Nesse caso, o segurado pode optar por cancelar o seguro prestamista, mas é importante estar ciente das condições contratuais e das possíveis implicações dessa decisão.

    Legalidade e Obrigatoriedade: 

    A contratação deste seguro é legal e regulamentada, mas não é obrigatória. 

    Ou seja, o consumidor tem o direito de escolher se deseja ou não adquirir essa proteção adicional.

    Importância na Proteção Financeira: 

    O seguro oferece uma camada extra de segurança financeira, garantindo que as dívidas não se tornem um problema maior em momentos de dificuldade.

    Contratação: 

    Ao contratar um seguro prestamista, é crucial entender todas as condições, coberturas e exclusões para garantir que ele atenda às suas necessidades e expectativas.

    Lembre-se, de que as condições específicas podem variar entre as seguradoras e os contratos.

    Então, é sempre recomendável ler atentamente a apólice e consultar um especialista se necessário. 

    + Nu Consignado: como funciona e quem pode contratar?

    Quais as vantagens do seguro prestamista?

    O seguro prestamista pode ser uma opção valiosa para proteger suas finanças em caso de imprevistos, olhe algumas vantagens que você pode ter:

    Proteção financeira: 

    Garante o pagamento parcial ou total do crédito em situações como morte, invalidez ou desemprego involuntário.

    Tranquilidade: 

    Oferece segurança para suas finanças em caso de imprevistos, assegurando que suas obrigações financeiras sejam cumpridas mesmo se você não puder pagá-las.

    Cobertura ampla: 

    Protege diversas modalidades de crédito, como financiamento de veículo, empréstimo pessoal, consignado e cartão de crédito.

    Flexibilidade: 

    Em suma, a indenização e a quantidade de parcelas pagas são definidas conforme o contrato, permitindo adaptar a cobertura às suas necessidades.

    É importante avaliar se as condições do seguro atendem às suas necessidades e se o custo da apólice justifica os benefícios oferecidos. 

    A contratação é opcional, mas pode ser uma boa escolha para quem busca mais segurança no cumprimento de compromissos financeiros.

    Para quem o seguro está disponível?

    A princípio, o seguro prestamista está disponível para uma ampla gama de pessoas. Geralmente, qualquer pessoa física ou jurídica que contrate um empréstimo ou financiamento pode adquiri-lo.

    No entanto, existem algumas condições específicas que podem variar conforme a seguradora e o tipo de crédito envolvido.

    Por exemplo, algumas instituições financeiras estabelecem faixas etárias para a contratação, como a Caixa, que permite a contratação do seguro por pessoas com idade entre 18 e 79 anos, 11 meses e 29 dias. 

    Além disso, a elegibilidade pode depender do tipo de dívida ou compromisso financeiro assumido e dos riscos cobertos pelo seguro.

    Conclusão

    Antes de adquirir o seguro prestamista é essencial verificar todas as condições oferecidas pela instituição ou seguradora.

    Isso vai te ajudar a compreender os requisitos e limitações do seguro e lhe dará um panorama melhor.

    + Vale a pena contratar um empréstimo para quitar as dívidas? Descubra agora!