Real Digital Brasil

Anúncios

Diferente do que muitos pensam, o real digital Brasil não é uma criptomoeda, e sim, a versão digital do nosso real. Leia o texto e saiba mais.

real digital brasil

A expectativa para o lançamento do real digital Brasil era para o ano de 2022, já entramos nesse ano e ainda não houve nenhuma atualização sobre o assunto. 

No entanto, ainda estamos no começo do ano e muitas águas ainda vão rolar, até porque, a previsão do Banco Central é que ela seja lançada até 2024.

Se está boiando no assunto e não sabe ainda o que é essa moeda digital, não se preocupe!

Anúncios

No texto de hoje você tirará todas as dúvidas sobre a moeda digital brasileira. Não deixe de conferir!

Observe abaixo o que será abordado nesse texto:

  • O que é real digital Brasil?
  • Como o real digital funcionará?
  • Qual a diferença entre o real digital e as criptomoedas?
  • Quais os benefícios?
  • Sobre a evolução dos pagamentos por meios eletrônicos.
  • Conclusão.

O que é Real Digital Brasil?

Real digital Brasil é a moeda virtual brasileira, na verdade, ela é a versão digital do real que já conhecemos e não uma criptomoeda.

Segundo os planos do Bacen, ele deve ser lançado até 2024, mas desde quando houve o anúncio da criação dessa moeda, criou-se uma grande expectativa para que ela entre em operação ainda esse ano.

Bom, só nos resta aguardar para saber. Ainda existem muitos mistérios envolvendo essa moeda e alguns só serão revelados quando ela for lançada e começarmos a utilizá-la.


Como o real digital Brasil funcionará?

Ela terá o mesmo valor do nosso real, não é volátil como as criptomoedas, ou seja, seu valor não cairá ou aumentará em instantes, ele simplesmente acompanhará o valor do real.

A moeda emitida pelo Banco Central será a CBDC (Central Bank Digital Currency). Essas siglas são destinadas a moedas digitais emitidas pelos bancos centrais de um determinado país.

Inclusive, alguns países já estão testando a versão digital da sua moeda, por exemplo, China e Venezuela.

No caso da China, o desejo do governo é que o país pare de usar dinheiro em espécie, por isso, ela promoveu algumas ações para que a sua moeda digital tenha uma melhor aceitação entre os chineses.

Atualmente, há apenas um país que utiliza uma moeda digital oficialmente, o Sand Dollar, moeda digital do Bahamas.

O real digital Brasil, após ser adquirido, não poderá ser convertido em cédulas. O Bacen vai gerar alguns códigos onde virá informado o valor de cada moeda digital.

A expectativa do Banco Central é que a moeda digital seja aceita pelos brasileiros e usada no dia a dia com frequência. 

Com a popularização e inovação dos pagamentos por meios eletrônicos, o uso do papel-moeda caiu muito.

Em 2020, apenas 35% das operações financeiras globais foram feitas com dinheiro em espécie, os dados são da organização The Global Payments Report.

Além disso, conforme a instituição, contando a partir de 2019, em quatro anos o “dinheiro vivo” será o método de pagamento tradicional menos utilizado pelos consumidores de todo o mundo.

Isso só ressalta o fato de que o real digital Brasil será bem recebido e utilizado pela população.


Qual a diferença entre o real digital para as criptomoedas?

qual a diferença entre o real digital para as criptomoedas

Como já foi dito, o real digital não é uma criptomoeda. As criptomoedas tem características de investimentos.

Além disso, elas não são regularizadas pelo Banco Central, ou nenhum outro órgão público. Elas fazem parte de um sistema descentralizado. Isso significa que não estão sob o poder de nenhuma organização monetária.

O real digital, por sua vez, será lastreado pela nossa moeda, emitida pelo Bacen, portanto, será controlado por ele.

Fora isso, as criptomoedas são voláteis, ou seja, o valor pode aumentar ou diminuir em questão de segundos.


Quais os benefícios dessa moeda?

Um dos principais benefícios em se utilizar o real digital Brasil é a diminuição da produção do papel-moeda, ou seja, redução nos custos e exploração da matéria-prima.

Além disso, essa moeda virtual ainda pode inibir a lavagem de dinheiro, facilitar as transações e incentivar a inovação e competição no ambiente virtual.


Sobre a evolução dos pagamentos por meios eletrônicos

A evolução da tecnologia fez os meios de pagamentos eletrônicos se popularizaram em todo mundo.

Aliás, a pandemia alimentou ainda mais esse mercado, pois mudou a forma como as pessoas pagavam suas contas.

A tendência é que as mudanças continuem acontecendo e as formas de pagamentos tradicionais sejam cada vez menos utilizadas, por exemplo, cartão de crédito e dinheiro.

Particularmente, uso pouco o dinheiro em espécie, movimento cerca de R$400,00 reais em cédulas por mês.

Esse dinheiro é apenas para pagar alguns agricultores locais da minha cidade, pois eles vendem as coisas das suas roças e ainda não aderiram a esses meios de pagamento.

Fora isso, os outros pagamentos são todos realizados em ambiente digital, com a chegada do Pix, essa situação “piorou” ainda mais.

A última vez que fui em uma agência bancária foi em 2019, para ser sincera, não sinto a menor falta. Acompanhei com muita positividade e entusiasmo a evolução dos pagamentos por meios eletrônicos.

E, sim, espero com expectativa o lançamento do real digital Brasil para usar ainda menos o real físico.

Contudo, tenho certeza que não sou a única simpatizante de meios de pagamentos eletrônicos e digitais.

  1. Em 2020, o número de transações não presenciais aumentou 32%.
  2. A tecnologia de meios de pagamentos cresceu cerca de 47% após a pandemia.
  3. O dinheiro está em declínio desde 2019, até 2024 ele será o método de pagamento tradicional menos utilizado.
  4. Apenas 3% do dinheiro disponível para as operações no Brasil estão em forma de dinheiro.
  5. Quase R$9 trilhões são depositados e movimentados em ambiente virtual.

Os dados são do BCB e Global Payments Report.


Conclusão

O real digital Brasil continuará sendo o nosso real, mas numa versão digital e alternativa. Certamente, pode simplificar ainda mais nossa vida e a forma como realizamos nossos pagamentos.

Por enquanto, só nos resta esperar seu lançamento para começar a usar e descobrir suas vantagens e desvantagens.

Não precisa ficar preocupado, assim que for lançado, testamos e criamos conteúdos relevantes para te informar e mostrar os benefícios dessa moeda.

Recomendação de leitura: Cartão de crédito para autônomo Caixa Tem.

Cartões mais recomendados

Compartilhe Agora

Você pode gostar!

0