Como declarar o Imposto de Renda pela primeira vez? 

Como declarar o Imposto de Renda pela primeira vez? 

Por: Nara

Declarar o Imposto de Renda pela primeira vez pode ser intimidante para muita gente, no entanto, é extremamente necessário. 

Anúncios

Portanto, se você se sente inseguro quanto a isso, se acalme e leia nosso texto até o fim. Hoje, você descobrirá como declarar o Imposto de Renda pela primeira vez.

Além disso, também encontrará algumas dicas importantes para preencher esse documento correto, o que acontece se preenchê-lo errado e muito mais! 

Não deixe de acompanhar! 

como declarar o imposto de renda pela primeira vez

Quem precisa declarar?

Conforme as regras da Receita Federal, é obrigado a declarar o Imposto de Renda aquele contribuinte que, no ano-calendário, se enquadre em uma das seguintes situações: 

Antecipe o seu Imposto de Renda Santander Dinheiro na mão antes do que você imagina!

Como declarar o Imposto de Renda pela primeira vez?

Antes de declarar, a primeira ação a ser tomada é reunir a documentação necessária, como, por exemplo: 

Organize-se antecipadamente para evitar possíveis erros na declaração.

O próximo passo consiste em escolher a forma de declaração. Existem três formas de declarar o Imposto de Renda. 

A primeira opção é utilizando o programa de declaração da Receita Federal (IRPF), disponível para download no site oficial, que pode ser conduzido no computador.

A outra maneira é pelo aplicativo “Meu Imposto de Renda”, disponível para smartphones e tablets.

Por fim, a terceira alternativa é pelo portal e-CAC, no caso de contribuintes que possuem certificado digital.

Para aqueles que vão realizar a sua primeira declaração, o processo deve ser feito zero, ou seja, todas as informações devem ser fornecidas.

Contudo, nos próximos anos, é possível fazer uma declaração a partir da declaração do ano anterior, o que pode deixar o processo mais fácil e rápido.

Além disso, também é possível pré-preenchidas, ela já possui dados atuais de outras declarações entregues à Receita.

Você pode escolher entre o modelo completo ou simplificado. O modelo completo exige o fornecimento de mais informações, como despesas adicionais com educação e farmácia, por exemplo.

Fora isso, é possível incluir dependentes, o que pode garantir um desconto no imposto devido.

Entretanto, caso não tenha dependentes e nem gastos adicionais, pode optar pela alternativa simplificada, sendo mais fácil e rápida de declarar. 

O que acontece se eu preencher o formulário do Imposto de Renda incorretamente? 

Um dos motivos pelo qual você deve saber como declarar o Imposto de Renda pela primeira vez é que, caso a declaração seja preenchida incorretamente, pode acarretar algumas consequências. 

Veja abaixo algumas dessas consequências negativas. 

1. Multas e penalidades

A Receita Federal pode aplicar multas e penalidades caso identifique erros ou omissões em sua declaração. 

Essas multas podem variar segundo a gravidade da infração e podem ser calculadas como um percentual sobre o valor do imposto devido. 

2. Retificação da declaração

Se você perceber que cometeu erros ou omitiu informações na declaração, será necessário retificar o documento. 

A retificação da declaração é um processo adicional que pode gerar inconvenientes e retrabalho. 

3. Malha fina

Caso sejam identificadas inconsistências ou indícios de sonegação na sua declaração, é possível que você caia na chamada “malha fina”. 

Nesse caso, a Receita Federal realizará uma análise mais detalhada do seu caso, solicitando esclarecimentos e comprovações adicionais.

Essa análise pode levar a um processo de auditoria e, em alguns casos, pode gerar a cobrança de impostos adicionais.

4. Problemas futuros

Erros no preenchimento da declaração podem ter consequências futuras, como a dificuldade em obter financiamentos ou em realizar transações imobiliárias, caso os valores declarados sejam incompatíveis com seus rendimentos reais. 

É importante ressaltar que erros ou omissões que sejam identificados posteriormente podem ser considerados indícios de sonegação fiscal, o que pode acarretar processos administrativos e até mesmo criminais.

Por isso, é fundamental preencher a declaração de Imposto de Renda com cuidado, atenção e corretamente.

Veja abaixo algumas dicas que podem te ajudar. 

Como preencher a declaração do Imposto de Renda corretamente? 

Como já foi observado, preencher corretamente a declaração de Imposto de Renda é muito importante para evitar problemas futuros com a Receita Federal. 

Neste tópico você encontrará algumas dicas que podem te auxiliar na hora de preencher a declaração.  

Organize todos os documentos necessários

Reúna todos os documentos e comprovantes de suas despesas e rendimentos, como informes de rendimentos, recibos médicos, comprovantes de pagamento de despesas com educação, entre outros. 

Tenha tudo em mãos antes de começar. 

✅Mantenha-se informado sobre as regras

Leia atentamente as instruções da Receita Federal para se informar sobre as regras vigentes para a declaração do Imposto de Renda. 

Fique atento às mudanças e atualizações nas normas.

✅Utilize um programa ou aplicativo confiável

Utilize um programa ou aplicativo específico para fazer a declaração de imposto de renda. Eles facilitam bastante o preenchimento e ajudam a evitar erros. 

✅Preencha todos os campos corretamente

Preencha todos os campos da declaração com atenção. Evite deixar campos em branco ou preencher informações incorretamente. 

Verifique os dados várias vezes antes de confirmar o envio e preencha a declaração com calma, separe um tempo apropriado para isso. 

✅Declare todos os seus rendimentos

Declare todos os seus rendimentos, sejam eles provenientes de salários, aluguéis, aposentadoria, pensão, entre outros. Não omita nenhum valor. 

✅Informe todas as suas despesas dedutíveis

Não deixe de informar também corretamente todas as suas despesas dedutíveis, permitidas pela Receita Federal, como despesas médicas, educação, doações, pensão alimentícia, entre outras. 

Como já citado, é muito importante ter os comprovantes dessas despesas em mãos.

✅Não deixe de informar os bens e direitos

Você deve informar seus bens e direitos, como imóveis, veículos, investimentos, entre outros. 

Mantenha os documentos comprobatórios desses bens para uma possível comprovação futura.

✅Guarde os comprovantes

Não deixe de guardar os comprovantes utilizados na declaração por, no mínimo, cinco anos. 

A Receita Federal pode solicitar a comprovação dos valores declarados e é importante ter esses documentos em mãos.

✅Não deixe para última hora

Evite deixar a declaração para o último dia. Faça o preenchimento com calma e antecedência para evitar erros e correções posteriores. 

✅Considere a ajuda de um profissional

Declarar o Imposto de Renda não é um bicho de sete cabeças, mas algumas pessoas ainda assim encontram muitas dificuldades em fazê-lo. 

Portanto, se tiver dúvidas ou uma situação mais complexa, não hesite em consultar um profissional contábil ou um contador. 

Eles podem ajudar a preencher corretamente a declaração e orientar sobre as melhores práticas.

Conclusão

Neste texto você descobriu como declarar o Imposto de Renda pela primeira vez. Caso esteja se sentindo inseguro, o ideal é buscar ajuda de um profissional ou de uma pessoa experiente. 

O valor cobrado para esse tipo de serviço não é alto, logo, também é realizado anualmente. Sendo assim, é interessante se programar para pagar um profissional para te auxiliar nessa questão.

No entanto, se deseja economizar, leia nossas dicas com atenção e faça sua declaração por conta própria. 

Aproveite e leia também 👉 Restituição do Imposto de Renda Santander: dinheiro na mão antes do que você imagina!