Como vender roupas usadas: 6 estratégias para pôr em prática

Como vender roupas usadas: 6 estratégias para pôr em prática

Por: Roberta

Vender roupas usadas é uma prática que traz consigo algumas polêmicas.

Anúncios

Isso porque, se de um lado temos quem defenda a sustentabilidade, por outro temos aqueles que olham as peças usadas com certo preconceito.

Mas, existe um fato: vender roupas usadas pode ser muito útil para conseguir uma grana extra, ou até mesmo para formar um negócio consolidado.

como vender roupas usadas

Para isso, basta seguir as estratégias certas, e o lucro certamente vem.

E, se você está perdido (a) nessa missão, saiba que os seus problemas acabam ainda hoje.

Isso porque, o material de hoje traz 6 estratégias para vender roupas usadas com maiores chances de sucesso.

Então, se deseja entender tudo sobre o assunto, não perca! 

    Vender roupas usadas é uma ótima maneira de lucrar 

    Você certamente já deve ter escutado alguém falar que não usa roupa usada de jeito nenhum.

    Em geral, as frases mais ouvidas são as seguintes:

    Mas, você parou para observar que todas essas frases têm uma característica em comum? O preconceito! 

    Afinal de contas, qual o problema de vender uma roupa que já foi usada, desde que essa seja higienizada corretamente?

    Considerando a questão da sustentabilidade, o setor têxtil é um dos que mais polui o planeta.

    E, sabemos que a compra de roupas não está necessariamente atrelada somente a necessidade, já que o consumismo é comum neste setor.

    Por isso, atualmente muitas pessoas têm buscado comprar roupas usadas para diminuir os impactos.

    Além disso, peças mais antigas costumam ter mais qualidade do que as roupas atuais.

    O motivo para isso é bem simples: a indústria faz peças menos duráveis, para incentivar o consumo.

    Por isso, para quem busca durabilidade, as peças de brechó podem entregar boas opções.

    Desse modo, aderir a esse tipo de negócio pode ser uma excelente maneira de ganhar dinheiro.

    Afinal de contas, o público está crescendo, e a demanda vem forte para os próximos anos.

    Quer saber como fazer isso? Confira o conteúdo a seguir! 

    Como vender roupas usadas: 6 dicas fundamentais 

    Quando ouvimos falar sobre como vender roupas usadas e dúvida pode vir de dois públicos principais.

    O primeiro deles é formado por pessoas que desejam fazer uma renda extra vendendo as próprias roupas.

    Para esse público, a dica principal é buscar por brechós profissionais e abusar das redes sociais.

    Isso porque, como a pretensão não é seguir com um negócio consolidado, vale buscar alternativas de rápido retorno.

    Já o segundo público é aquele que deseja empreender neste ramo, tendo as roupas usadas como produto principal.

    Para esse caso, é preciso apostar em estratégias mais eficientes, que garantam funcionamento ao negócio por um longo período.

    Assim, não basta simplesmente oferecer suas peças em brechós ou postar nos stories do seu Instagram, com um destaque "promoção" e o preço.

    Se você quer se destacar, e fazer esse negócio sustentável crescer, deve trabalhar duro nisso.

    Para te ajudar nessa missão, separamos 6 dicas para vender roupas usadas com boas chances de sucesso.

    Então, separe o seu caderninho para anotar aquelas que te ajudem no seu negócio! 

    1. Selecione um nicho 

    Você sabe por que muitas pessoas têm preconceito com roupas usadas?

    Isso ocorre porque antigamente era muito comum essas roupas serem oferecidas em garagens pouco iluminadas, expostas em gôndolas com uma peça por cima da outra.

    Não existia cuidado em separar, e tudo era misturado, de modo que era preciso garimpar.

    Por isso, se você deseja dar uma cara nova ao seu negócio, a primeira estratégia é estabelecer um nicho.

    Você pode apostar num brechó infantil, e vender peças usadas em boas condições.

    Ou pode apostar num brechó de luxo, e selecionar apenas peças de marcas renomadas.

    Outra opção é apostar num brechó vintage, para quem deseja peças elegantes, e que não são mais fabricadas pela moda atual.

    Ao definir um nicho será mais fácil encontrar bons fornecedores, e estabelecer uma identidade para a sua marca.

    Assim, quem entrar em seu brechó já saberá o que encontrará por lá, tirando aquela tradicional cara de bagunça dos brechós.

    2. Tenha cuidado no preparo das peças 

    Nós sempre escutamos da nossa mãe a frase "repetir roupa não é feio, desde que esteja limpa".

    E, isso é uma verdade absoluta, afinal de contas, uma peça limpinha e bem cuidada se passa por nova com grande facilidade.

    Por isso, ao vender roupas usadas, o preparo das peças deve ser prioridade.

    Afinal de contas, ninguém vai querer comprar algo que cheira à naftalina do guarda-roupa.

    Além disso, muitas peças lindas podem ser recuperadas com um pontinho de costura ou uma dedicação extra para remover uma manchinha.

    Desse modo, uma peça que iria para o lixo, pode ir para a sua vitrine, e ganhar um cliente.

    Por isso, faça uma boa seleção nas peças, e não economize nos reparos e na limpeza.

    Será simples conquistar clientes, se eles entrarem na sua loja e encontrarem as peças em perfeito estado! 

    3. Não abra mão da identidade da sua marca

    Não é porque você vai vender roupas usadas que pode entregar suas peças em sacolas em papel pardo, ou no pior dos casos, em sacolinha plástica.

    Lembre-se que a identidade da sua marca deve sempre ser prioridade.

    Uma marca bem posicionada, e que entrega cuidado em cada detalhe agrada até aos clientes mais exigentes.

    Desse modo, até mesmo aqueles que dizem que jamais comprariam roupas usadas, podem se convencer em comprar, ao perceber o cuidado no preparo dos pedidos.

    Uma sacola bonita, um belo papel seda para embrulhar as peças, etiquetas personalizadas e aquele cheirinho exclusivo ganham qualquer um.

    Por isso, invista na sua identidade, e aposte num atendimento de excelência.

    Assim, sempre que os seus clientes precisarem de uma peça nova, se lembrarão que na sua loja encontram peças exclusivas e com máximo cuidado!  

    4. Pesquise por bons fornecedores 

    Para vender roupas usadas você deve ter foco em seus fornecedores.

    Afinal de contas, boas peças têm maiores chances de conquistar clientes.

    Além disso, o seu nicho de atuação necessita de roupas específicas e de qualidade.

    Por isso, busque por pessoas ou locais que ofereçam roupas em bom estado para revenda.

    Especialmente para quem atua no nicho infantil, é simples encontrar mães que estejam doando ou vendendo peças que não servem mais aos seus filhos.

    Faça uma boa seleção, e certamente encontrará coisas que te trarão lucro satisfatório!

    5. Ao vender roupas usadas, dê atenção ao preço 

    Quando falamos em vender roupas usadas, muitas pessoas se enganam em pensar que nada pode passar de R$ 10,00.

    Mas, como já dissemos, roupa usada não é sinônimo de roupa velha ou descartável.

    Temos muitas roupas usadas de boas marcas, as quais chegam a custar mais de R$ 1.000,00 na loja.

    Seria justo vender essa peça por R$ 10,00, sendo que a mesma está preservada e houve cuidado no preparo para venda? 

    Você deve sempre buscar um preço justo para a peça, considerando a qualidade e o trabalho que você teve para recuperá-la e/ou prepará-la para venda.

    Vale dizer que você também não deve chutar o balde e cobrar valores exorbitantes.

    Temos exemplos de brechós que vendem roupas de lojas de departamento por R$ 200,00.

    Isso não funciona, e o cliente se sentirá enganado, afinal de contas, está comprando algo usado.

    Por isso, estabeleça um preço justo, considerando quanto aquela peça realmente vale.

    Se a peça custava R$ 1.000,00 quando foi lançada em 2020 e está em perfeitas condições, pode ser vendida de R$ 300,00 a R$ 400,00.

    Esse é apenas um exemplo para que você veja que é possível chegar a um meio termo justo.

    6. Use as redes sociais em seu favor 

    E, nossa última dica sobre como vender roupas usadas fica por conta do local de venda.

    Sabemos que nem sempre dá para ter uma loja física, com tudo arrumadinho.

    Por isso, as redes sociais podem ser o seu local de trabalho.

    Tudo que você precisa é de boas fotos, que te ajudem a montar um feed bonito.

    Aposte nas ferramentas de marketing digital para impulsionar suas publicações.

    Com isso, atrairá muitos perfis, que poderão se interessar por suas peças.

    Então, saiba usar as redes sociais, e terá um excelente local para fazer suas vendas!

    Viu como pode ser simples vender roupas usadas e obter sucesso?

    Coloque as estratégias em jogo, e verá que esse pode ser um negócio lucrativo! 

    Aproveite e leia também 👉 Sites que pagam via PIX: 5 opções para faturar uma renda extra