Lucro de crimes cibernéticos atingiu US $ 3,5 bilhões em 2019, diz FBI

Os criminosos arrecadaram US $ 3,5 bilhões (2,7 bilhões de libras) em crimes cibernéticos relatados apenas ao FBI em 2019, de acordo com o centro de denúncia de crimes na Internet (IC3) do serviço.


Recebeu 467.361 reclamações de pessoas físicas e jurídicas durante o ano e teve quase cinco milhões desde a sua criação em 2000.

Phishing e extorsão continuam sendo as formas mais populares de enganar as pessoas.

Ele diz que as técnicas estão se tornando mais sofisticadas, tornando mais difícil para as pessoas diferenciarem o “real do falso”.


Isso vale especialmente para endereços da Web e de email que enganam as pessoas porque elas parecem cada vez mais legítimas.

No ano passado, o IC3 apresentou 13.633 reclamações de vítimas da chamada fraude de suporte técnico, que envolve um golpista ligando para um indivíduo e alegando que há um problema no computador que precisa ser corrigido imediatamente.

‘Continue denunciando’
As perdas totalizaram mais de US $ 54 milhões e as queixas vieram de vítimas em 48 países. A grande maioria tinha mais de 60 anos de idade.

Receba nossas novidades

Seu cartão está quase pronto
Deixe seu e-mail para receber dicas e novidades sobre Cartões , Crédito e Financiamentos 95%

O Ransomware – onde hackers bloqueiam computadores e exigem pagamento para desbloqueá-los – arrecadou mais de US $ 8,9 milhões ao longo do ano, segundo o grupo.

Ele instou os membros do público a continuar denunciando crimes.


“As informações relatadas ao IC3 desempenham um papel vital na capacidade do FBI de entender nossos ciber-adversários e seus motivos, o que, por sua vez, nos ajuda a impor riscos e conseqüências àqueles que violam nossas leis e ameaçam nossa segurança nacional”, afirmou. diretor assistente da divisão cibernética do FBI, Matt Gorham.

“É com esses esforços que esperamos construir um cenário cibernético mais seguro e seguro”.